Conhecemos o Xapati há três anos e cinco meses

O Xapati era um bebé. Era pequenino e parecia ter apenas olhos e orelhas. Grandes olhos e grandes orelhas. Era um bebé no meio de uma área de serviço. À sua sorte.

O Xapati também tinha uma grande barriga, não por ter comido muito e bem, mas precisamente pela razão inversa. Por ter comido tudo o que conseguia apanhar. 

O Xapati foi acolhido na União Zoófila. Tratámos dele.

O Xapati nunca foi um ‘coitadinho’. Mesmo quando era um bebé ‘comido’ pelas pulgas, olhava para o mundo, com aqueles grandes olhos que diziam ‘eu vou-me a ele’. O mundo que se preparasse porque aquele bebé vinha aí!

O Xapati passou alguns meses na Enfermaria da União Zoófila, a recuperar e a fortalecer-se, mesmo se ele achava que já era o mais forte. 

O Xapati recuperou e foi transferido para uma boxe numa zona da União Zoófila a que chamamos o Cercado do Dragão, porque um dia, há muitos anos, ali viveu, e morreu, à espera, o cão Dragão.

O Xapati esperou três anos e cinco meses. Cresceu na União Zoófila. Teve companheiros de boxe entretanto adoptados, como a Verinha e a Kika preta (seguem daqui muitos beijos para as duas  )

O Xapati nunca foi um ‘coitadinho’. Nenhum deles é, já agora. Mas o Xapati tornava isso muito claro – em cada olhar e em cada movimento. O que o Xapati dizia era ‘sou pouco bom, sou’. 

O Xapati esperou três anos e cinco meses.

O Xapati foi adoptado há cerca de três semanas.

O Xapati nunca antes viveu numa casa.

Ei-lo.

Digam-lhe que não está a adaptar-se.

Digam-lhe que cães adultos que não sabem o que é uma casa não se adaptam quando há amor e paciência.

Digam-lhe. 

Não compre, adopte! Adopte com responsabilidade e ponderação! Para sempre!

Xapati, toma lá corações de todos os amigos que fizeste na União Zoófila.                                    

PARTILHAR:Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Telefone:
Fax:
Sede da União Zoófila, Rua Padre Carlos dos Santos
Alto das Furnas 1500 - 901 Lisboa
pt_PT
en_GB pt_PT