É a Amélie.

É a Amélie. Vive e espera dentro de uma boxe. Partilha o alojamento com o Floco e o Maxwell, também conhecido por Max.

É a Amélie. Espera numa boxe. O chão da boxe é de cimento. É lá que a Amélie passa grande parte do tempo. À espera.

É a Amélie. É tímida. É bela. É de porte pequeno. Passa grande parte do tempo dentro de uma boxe. O chão da boxe é de cimento. 

É a Amélie. Foi passear pelo Parque Florestal de Monsanto, que fica perto do abrigo da União Zoófila.

É a Amélie. Foi passear em Monsanto. Em Monsanto há ervas e cada uma tem um cheiro especial. E há sol. E espaço. E árvores. E sombras. E liberdade.

É a Amélie. Teme desconhecidos. Descontrai quando tem tempo para confiar.

É a Amélie. Está disponível para que a conheçam e venham a adoptar na União Zoófila.

http://www.portugalzoofilo.net/caes/cao.jsp?animal_id=8862&origem=serp&rs_offset=0

Não compre, adopte. Adopte com responsabilidade e ponderação. Para sempre.

Se não puder adoptar, apadrinhe um animal, ajude-o a sobreviver enquanto espera e proporcione-lhe passeios regulares.

E veja-o sorrir, como aqui faz a doce Amélie. 

http://www.uniaozoofila.org/index.php?option=com_content&view=article&id=29%3Aapadrinhe-um-animal-da-uz&catid=5%3Acomo-ajudar&Itemid=17

 

Telefone:
Fax:
Sede da União Zoófila, Rua Padre Carlos dos Santos
Alto das Furnas 1500 - 901 Lisboa
pt_PT
pt_PT en_GB